quarta-feira, fevereiro 28, 2024
InícioDestaquesMaioria dos candidatos ao Senado é formada por homens brancos, casados e...

Maioria dos candidatos ao Senado é formada por homens brancos, casados e com ensino superior

Segundo a Justiça Eleitoral, 235 candidatos vão disputar uma das 27 vagas ao Senado em outubro. A maioria é formada por homens brancos, casados e com o ensino superior. A grande parte é formada por políticos, empresários, servidores públicos e médicos. O consultor do Senado, Arlindo Fernandes, afirmou que o perfil dos candidatos é quase o mesmo da legislatura atual. Ao citar que apenas 10% dos postulantes ao Senado são negros, o senador Paulo Paim (PT-RS) destacou que houve um pequeno aumento de pessoas pretas disputando cargos políticos no país como um todo.

Foto: Antonio Augusto/secom/TSE

Transcrição
A maioria dos candidatos ao Senado é formada por homens brancos, casados e com ensino superior. O SENADO TERÁ DUZENTOS E TRINTA E CINCO CANDIDATOS DISPUTANDO VINTE E SETE VAGAS NAS ELEIÇÕES DE OUTUBRO. HOMENS BRANCOS, CASADOS, COM ENSINO SUPERIOR COMPLETO SÃO A MAIORIA. PELO MENOS 14 SENADORES TENTAM A REELEIÇÃO. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, 235 candidatos tentam um mandato de senador, uma média de 9 por vaga, já que nestas eleições, a renovação será de 1/3, ou seja, de 27 cadeiras. Em relação à atual legislatura, pelo menos 14 senadores buscam a reeleição. A maioria dos candidatos está na faixa etária de 35 a 69 anos de idade. Há entre os concorrentes pessoas com mais de 70 anos. Ainda de acordo com o TSE, 156 postulantes ao Senado são casados, 39 divorciados, 30 solteiros e 5 viúvos. Em relação à escolaridade, 188 declararam ter um curso superior completo e 19 o ensino médio.

Quatro candidatos disseram ter o ensino fundamental completo, 3 incompleto e um afirmou que apenas lê e escreve. O consultor do Senado, Arlindo Fernandes, ponderou que a indicação dos nomes ao Senado passa pelos arranjos para as eleições estaduais, por isso, o perfil dos candidatos é o mesmo. Sonora: Arlindo Fernandes A lista de candidatos ao Senado sugere que não haverá grande mudança na composição da Casa do ponto de vista do perfil sociocultural de seus integrantes. Esse é o perfil dos candidatos e que essas listas de candidatos se fazem não raro em função das articulações na coligação para eleição do governador.

Apesar das cotas, a maioria dos candidatos ao Senado é formada por homens. São 179 contra 55 mulheres e uma pessoa não declarou o sexo. Ainda segundo o TSE, 156 candidatos são brancos e 51 pardos. Apenas 22 candidatos se declararam pretos, 3 indígenas e 1 amarelo. O senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, chama atenção para o número pequeno de candidatos negros. Sonora: Paulo Paim O Senado ainda é um dos três Poderes onde os negros estão muito longe.

Mas tenho certeza de que cada pleito pode mudar. O número de candidaturas vai aumentar pois o povo preto está buscando seu espaço na sociedade e não haverá retrocesso. Ter o povo negro representado nos parlamentos, nas mais variadas instâncias, é fundamental para a elaboração e efetivação de políticas públicas. Em relação à profissão, a maioria é formada por políticos, empresários, servidores públicos, advogados, professores e médicos. Mas disputam uma vaga no Senado um agricultor, um trabalhador rural, um eletricista, um músico, um porteiro, um sacerdote e um metalúrgico. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

Fonte: Agência Senado

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva