quarta-feira, fevereiro 28, 2024
InícioMaisRomero entrega certificados do programa de reciclagem de lixo eletrônico

Romero entrega certificados do programa de reciclagem de lixo eletrônico

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, preside, nesta terça-feira, 29, a solenidade de entrega dos certificados aos parceiros e colaboradores do Programa Campina Recicla Lixo Eletrônico – 2015. A solenidade acontecerá a partir das 9h30, no auditório do Centro de Tecnologia Educacional – CTE, anexo ao Museu Vivo da Ciência e Tecnologia Lynaldo Cavalcanti, às margens do Açude Novo. O programa, lançado em julho, é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia e, graças a uma parceria com o Instituto dos Cegos, todo o dinheiro arrecadado com a venda dos materiais recolhidos, será destinado à instituição. Dessa forma, durante a solenidade, o prefeito também fará a entrega do primeiro cheque aos representantes do Instituto.

De acordo com o titular da pasta, secretário Hércules Lafite, por serem fabricados com alguns materiais tóxicos, os chamados “eletroeletrônicos” como computadores, impressoras, teclados, televisões e celulares, não devem ser depositados no lixo comum quando suas vidas úteis terminam. Por isso, a Prefeitura de Campina Grande está promovendo a coleta do chamado e-lixo, ajudando a natureza a não sofrer com este tipo de poluição.

“De fato, o chamado lixo eletrônico ou e-lixo deve ser recolhido e enviado para empresas especializadas na reciclagem desses produtos. Assim, por meio desta campanha, estamos conscientizando a população e dando a este tipo de material o melhor e mais adequado destino”, afirmou o secretário, explicando que Campina Grande hoje conta com “ecopontos”, locais de coleta onde pode ser depositado o e-lixo. As duas unidades funcionam no Museu Vivo da Ciência e Tecnologia e no Parque da Criança.

Ele esclareceu que o programa atende às determinações da lei federal dos resíduos sólidos. Diante disso, garantiu a continuidade da campanha, cuja primeira etapa esteve voltada para os equipamentos da chamada “linha verde”, como celulares, notebooks, monitores, roteadores e vários outros. É possível que já a partir de novembro, o programa passe a atender a chamada “linha branca”, integrada por equipamentos como geladeira, fogão e outros objetos mais pesados.

Lafite informou, ainda, a existência de apenas uma empresa no Norte-Nordeste autorizada para receber este tipo de material. Trata-se da Ecobrás, sediada na cidade do Conde (PB), parceira da Prefeitura Municipal de Campina Grande. “Então, nós estamos doando tudo que arrecadamos ao Instituto dos Cegos, o qual, por sua vez, vende este material para a Ecobrás, gerando-se renda para a reforma daquela instituição de assistência aos deficientes visuais do Nordeste. Portanto, além do aspecto ecológico, a campanha tem importante aspecto social”, afirmou.

Por fim, o secretário destacou que, ainda neste dia 29, haverá o lançamento do “zap zap” do lixo eletrônico, cujo número será divulgado amplamente a partir desta terça-feira. Será mais um canal de comunicação entre a comunidade e a coordenação do programa, podendo, a depender da quantidade de lixo, acontecer o recolhimento domiciliar do lixo eletrônico.

Fonte: Codecom

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva