quarta-feira, fevereiro 28, 2024
InícioMaisRomero assina OS. para a construção de 4.100 imóveis no Complexo Aluízio...

Romero assina OS. para a construção de 4.100 imóveis no Complexo Aluízio Campos

Os_Aluizio_CamposCampina Grande vai ganhar um dos maiores conjuntos habitacionais do Brasil. Para tanto, o prefeito Romero Rodrigues, acompanhado do vice-prefeito Ronaldo Cunha Lima Filho e diversas autoridades, assinou na manhã desta quinta-feira, 16, a ordem de serviço para construção de 4,1 mil moradias no Complexo Aluízio Campos, numa solenidade considerada histórica para o município que, em 2014, comemora o seu sesquicentenário de emancipação política.

A ordem contempla, ainda, a construção de 03 creches, 02 escolas, 02 Unidades Básicas de Saúde da Família e 02 praças com academia. Os serviços vão ser executados pela Construtora Rocha. O Complexo Aluízio Campos está localizado no bairro do Ligeiro, entre Campina Grande e Queimadas, às margens da BR-104, tendo características de uma comunidade com acessibilidade, moderna e sustentável. A previsão inicial é de que em 24 meses as futuras moradias estejam prontas, abrigando aproximadamente 16 mil pessoas.

As obras de infraestrutura já foram iniciadas no local. Além das moradias, cerca de 150 empresas vão se instalar no local, dando oportunidade de trabalho aos próprios moradores. Existe a expectativa de criação de 10 mil novos empregos. No local, inclusive, haverá a instalação de uma Tecnópolis, ou seja, de uma área destinada a integrar agentes e produtores de tecnologia. O setor será integrado por um complexo de pesquisa e fabricação de equipamentos dotado dos mais avançados padrões tecnológicos.

O projeto do Complexo Industrial, Empresarial, Logístico e Habitacional Aluízio Campos está orçado em aproximadamente R$ 300 milhões, oriundos do Governo Federal, e terá uma contrapartida de R$ 23 milhões da Prefeitura Municipal, que adquiriu o terreno onde o conjunto será construído.

Esta é a maior contratação do programa “Minha Casa, Minha Vida” em 2014, não existindo outra igual no Nordeste, sendo apontada, também, ao longo de toda a existência do programa, como a quarta maior do Brasil no que tange ao montante de recursos para o setor habitacional.

As casas terão sala para dois ambientes, cozinha com área de serviço, dois quartos e banheiro construídos numa área de 43,32m². Ainda conforme o projeto, as unidades terão acessibilidade e receberão um sistema de aquecimento solar nos chuveiros. A gestão municipal ainda fará investimentos na infraestrutura da área, que receberá os serviços de pavimentação, esgotamento sanitário, drenagem e sistema de eletrificação.

Terreno

Para o prefeito Romero Rodrigues, a aquisição do terreno, no Ligeiro, possibilitando a construção de casas e implantação de empresas é um marco histórico de desenvolvimento para Campina Grande, pois será atendida uma necessidade do município, carente em dispor de uma área destinada, especificamente, à instalação de novas unidades residenciais, comerciais, empresariais e industriais.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva