domingo, fevereiro 25, 2024
InícioMaisPMCG inicia oficinas para elaboração do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos

PMCG inicia oficinas para elaboração do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos

Aterro_SanitarioA Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (em parceria com as demais secretarias municipais), promove, no período de 14 a 16 de janeiro, a II Oficina Sobre a Elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, o qual deverá se adequar à Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A oficina acontecerá a partir desta terça-feira, 14, às 8h, no auditório do SINE Municipal, na Rua Afonso Campos, 143, centro. Segundo Ronaldo Rodrigues, diretor da Proteção Social Especial da SEMAS, serão tratados temas que envolvam as causas e soluções para problemas relacionados com o manejo de resíduos sólidos (lixo) do município.

Durante essa oficina, que deverá contar com a presença de representantes dos bairros de Campina Grande, será realizada uma exposição das diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos e discutida a elaboração do Plano Municipal de Gestão dos Resíduos Sólidos, que deverá ficar pronto até abril. O plano municipal será elaborado, democraticamente, com todos os setores da sociedade, para ajudar prefeituras e cidadãos a descartar os resíduos sólidos de forma mais adequada.

Para tanto, o engenheiro civil José Dantas de Lima, da ECOSAM – Consultoria em Saneamento Ambiental Ltda., vencedora do processo de licitação para este serviço, apresentou, durante recente reunião com os representantes de segmentos interessados na questão, as metas a serem seguidas para adequação do município ao proposto pelo Plano Nacional.

Dantas ressaltou que pode-se agregar valor aos resíduos sólidos urbanos a partir da sua reutilização, da reciclagem e do reaproveitamento. Segundo o consultor, é possível, ainda, agregar o valor social, gerando emprego e renda a uma parcela significativa da população.

Na oficina também será explicado que a elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos é indispensável para que o município obtenha recursos do Governo Federal para obras de saneamento básico e infraestrutura. Também serão abordados outros assuntos pertinentes ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

Para o secretário Geraldo Nobre (SESUMA), a participação da sociedade é fundamental para a elaboração do plano. Por isso, deverão ser apresentadas sugestões de todos os setores envolvidos. Além da PMCG, a elaboração do plano deverá contar com representantes do Ministério Público Federal, ONGs, representações de bairros, das cooperativas de catadores de lixo, Sinduscon, CDL, Câmara Municipal, CREA, UFCG e UEPB, IFPB, Fiep, Comitê de Bacias Hidrográficas.

O plano será desenvolvido em três etapas. Na primeira, será realizado o diagnóstico do cenário atual da gestão dos resíduos sólidos. Na segunda, serão apresentados os prognósticos relacionados à construção de cenários, e, na terceira e última etapa, será formulado o Plano Municipal de Gestão Integrada para Campina Grande, com base nos relatórios desenvolvidos nas duas fases iniciais.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva