quinta-feira, fevereiro 29, 2024
InícioMaisUsina Catende vai a leilão público por R$ 100 milhões

Usina Catende vai a leilão público por R$ 100 milhões

Produtores de cana manifestam interesse pela aquisição do patrimônio, a fim de evitar fechamento da unidade industrial em Pernambuco.
 
Prazo mínimo de 20 dias. Este é o tempo estabelecido pela Justiça para que seja anunciada a venda da Usina Catende através de leilão público. O Banco do Brasil será o leiloeiro do parque industrial da massa falida, que foi fixado em R$ 100,7 milhões (valor mínimo). O leilão deve acontecer em 30 de maio, conforme designação judicial. Neste contexto, preocupados com o funcionamento da unidade industrial, a Associação dos Fornecedores de Cana (AFCP) e o Sindicato dos Cultivadores de Cana (Sindicape) informam que se articularão junto ao Governo Estadual e Federal no sentido de criar mecanismo para adquirir a usina, no intuito de evitar o respectivo fechamento.
 
Segundo o presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima, a perspectiva é de buscar parcerias para formar uma cooperativa de produtores de cana para gerir Catende. Por sinal, este cenário já havia sido debatido com dirigentes do Banco do Nordeste e representantes do Ministério de Agricultura no mês passado em uma reunião no Ceará. “Na época, tivemos total apoio do BNB, inclusive, sinalização positiva para uma possível liberação de recursos para assumirmos usinas que se encontram em dificuldade financeira, como, algumas localizadas no estado de Pernambuco e  Ceará”, conta.
 
Além da venda, o juiz também determinou a interrupção das atividades da massa falida da Usina Catende. A venda da unidade se justificou por ela não “atender aos interesses públicos, sociais e econômicos”. Também foi verificada a atual inviabilidade de seu funcionamento, conforme identificado por consultoria própria, além da Justiça atender o parecer do Ministério Público que “opina pela interrupção das atividades da Usina Catende. Ainda se verificou a “solicitação dos trabalhadores que pedem o encerramento do processo falimentar”.
 
Mediante o desfecho do processo, o juiz determinou que o resultado seja repassado ao Ministério Público e que o Banco do Brasil seja intimado para tomar ciência e prestar o devido compromisso de leiloeiro. Também ficou estabelecido que a conclusão do processo deva chegar ao Governo do Estado e a Prefeitura Municipal de Catende, em face da necessidade de manutenção do ensino nas escolas que são administradas pela massa falida. E por fim, a informação também deve ser repassada à Policia Militar para a manutenção da segurança do parque industrial da Catende.

SUGESTÃO DE FONTE: ALEXANDRE ANDRADE LIMA: 81-9984.3059 – PRESIDENTE DA AFCP

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva