quarta-feira, fevereiro 21, 2024
InícioMaisCampina ganha lei que institui Turismo Rural

Campina ganha lei que institui Turismo Rural

A cidade de Campina Grande e em especial, os distritos de Galante, Catolé, São José da Mata, Marinho, dentre outras localidades que fazem parte da Zona Rural campinense, acabam de ganhar, uma Lei Municipal que foi proposta pelo vereador Rodolfo Rodrigues (PR), instituindo Políticas Municipais de Desenvolvimento do Turismo Rural.

A proposta que foi aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal de Campina Grande, acaba de ser Promulgada e recebeu o número de Lei 4.770. Na prática, a nova regra tem como objetivo estabelecer as diretrizes do desenvolvimento do Turismo Rural no município, buscando assim, incentivar o crescimento no setor do Turismo na área rural.

Segundo o vereador Rodolfo Rodrigues, autor da propositura e também agropecuarista, o Turismo Rural é um conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometidas com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade.

De acordo com o parlamentar, a nova Lei será de fundamental importância para o desenvolvimento do homem do campo, através do resgate e preservação dos valores culturais, históricos e do meio ambiente na propriedade rural e na região do seu entorno. Outro ponto positivo será o estímulo à manutenção das atividades agropecuárias na propriedade rural, e o consequente Incentivo à utilização de mão de obra local e dos produtos.

Como vereador e agropecuarista, Rodolfo Rodrigues que também é Líder de Governo na Câmara, é um grande defensor do homem do campo, dirigindo boa parte de sua produção parlamentar, em defesa da Zona Rural, a exemplo da Lei que instituiu a Semana Municipal da Agricultura Familiar, a ser comemorada, anualmente na última semana do mês julho.

A Semana Municipal da Agricultura Familiar tem por finalidade fortalecer, apoiar e incentivar o desenvolvimento da agricultura familiar, instituindo políticas públicas aos pequenos agricultores, bem como ofertar alternativas para os agricultores discutirem questões locais relacionadas ao tema e seu desenvolvimento, uma vez que valorizar essa atividade é reconhecer que a agricultura familiar vem contribuindo para o desenvolvimento do país.

Márcio Furtado

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva