quarta-feira, fevereiro 28, 2024
InícioMaisCâmara discute a “Fila do Osso" em João Pessoa

Câmara discute a “Fila do Osso” em João Pessoa

Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) usou a tribuna para apresentar uma lista que ela chamou de “Fila do Osso”, com nomes de cidadãos que esperam por cirurgias ortopédicas nos hospitais públicos de trauma.

A parlamentar iniciou seu pronunciamento revelando que recebera a lista de forma anônima, pois o remetente estava com medo de receber represália. Segundo Eliza, a relação contém 389 nomes de pacientes que estão sofrendo alguma enfermidade óssea, e que necessitam de cirurgia há pelo menos um mês. Ainda de acordo com a vereadora, existem pacientes que esperam há anos; alguns já fizeram a operação na rede particular por não conseguirem esperar, sofrendo com dores.

“Não era para ser necessário que o cidadão venha ao vereador para intermediar em casos de cirurgias ortopédicas. O orçamento do Trauma foi dobrado e, no entanto, a população não pode contar com a entidade para realizar suas cirurgias. Essa ‘Fila do Osso’ é uma vergonha. Os cidadãos pagam seus impostos para poder contar com uma rede pública de saúde de qualidade, ou que ao menos os atenda quando necessário, mas isso não acontece. Vemos um caos na área de saúde de nossa cidade e de nosso Estado”, falou a vereadora.

Ainda sobre a situação da área de saúde em João Pessoa, Eliza Virgínia relatou um episódio com uma gestante, que realizou todo o seu pré-natal na Maternidade Cândida Vargas, e ao verificar que precisaria de uma cesariana urgente por risco de vida dela e do seu filho, foi informada que teria que ir realizar a cirurgia em uma maternidade na cidade de Santa Rita. “Isto é uma vergonha, uma Capital que não tem uma maternidade com leitos suficientes para que seus filhos nasçam na cidade”, lamentou.

A vereadora Sandra Marrocos (PSB) aparteou Eliza para informar que a maternidade de Santa Rita é administrada por freiras, tem uma excelente qualidade, e faz parte de uma parceria entre a instituição e o Governo da Paraíba para agilizar os atendimentos mais urgentes.

Eliza também informou que encaminhou à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) requerimento para que a secretária, Roseana Meira, cumpra a agenda de obrigações e comparece à Câmara para prestar contas, “o que deveria acontecer quatro vezes por ano”.

Damião Rodrigues

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
APOLONIA MARIA RIBEIRO CABRAL on Ipsem paga a partir de hoje inativos e pensionistas
Lúcia Maria Herculano Pinto on Prefeitura homenageia mães com tarde festiva